segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Tem Brinde?

Receber recompensas pelos nossos atos é sempre agradável, mas esperar que isso seja uma constante é uma atitude desordenada de quem não tem atitude para seguir os seus caminhos com determinação, sem muitas vezes esperar por recompensas banais. 
Ir a uma palestra porque tem coffee break ou porque vão oferecer sorteio de alguma coisa são casos simples que enxergamos nas nossas vidas, especialmente nas empresas que trabalhamos. Trabalhar motivado porque a empresa oferece um prêmio por assiduidade, quando isso é uma obrigação do empregado comprometido, é outro caso comum e que termina gerando uma visão distorcida do que temos que realmente fazer para o nosso bem e desenvolvimento pessoal e profissional.
A falta de interesse das pessoas para buscarem os seus desenvolvimentos pessoais e profissionais é bem gritante e basta terem alguma dificuldade para desistirem no meio do caminho ou quem sabe nem tentar.
A busca pela informação não precisa de estímulos constantes para ser viável e temos muitos casos de pessoas que se desenvolvem bem buscando as suas próprias melhorias, sem que nada seja oferecido em troca. A falta de informação é o maior mal das pessoas e muitos terminam criando situações ruins para si porque desconhecem os reais fatos que influenciam as decisões e comportamentos humanos. Não somos peixes que precisam de isca para fisgar o anzol e temos liberdade de observar as oportunidades que nos aparecem para decidirmos o que é melhor fazer para que a nossa saúde mental possa estar sempre em evidência e colhendo os frutos da nossa determinação e atitude.
Deixar de lado as oportunidades que temos somente pelo fato de não ser oferecido nenhuma vantagem imediatista é algo que deve ser mudado na mente das pessoas, pois se continuarmos desta forma, ficaremos sem chances de melhorar os nossos dias e as nossas influências para o futuro.
Tem brinde?
Tendo ou não, irei.
O conhecimento é meu e o brinde pode nem me servir ou quem sabe se gastar num tempo bem menor do que esperamos e não me influenciar verdadeiramente para outras caminhadas que ainda irei dar na vida.
O brinde verdadeiro é o conhecimento.

PS - Texto inspirado em situações cotidianas, reais, onde vejo diariamente as pessoas não terem estímulo para o conhecimento e para a descoberta. Enxergam uma oportunidade de aprendizado como um jogo de trocas, onde o brinde oportunista e momentâneo vale mais que o saber de uma vida toda.

0 comentários:

Postar um comentário